terça-feira, 6 de outubro de 2015

Mulher adventista está entre os 9 mortos do massacre nos EUA


Uma mãe de família que pertence à Igreja Adventista do Sétimo Dia está entre as vítimas do tiroteio dirigido aos cristãos em uma universidade do Estado do Oregon, disse o pastor da vítima.

Sarena Moore, 44, estudante da universidade e membro da congregação da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Grants Prass, morreu juntamente com pelo menos outras oito pessoas em um ataque de um atirador solitário na Universidade de Umpaqua, em Roseburg, Oregon, na quinta-feira (1º) .

"Como Igreja, estamos em estado de choque, passando muito tempo em oração e também estudando formas de apoio e conforto a seus dois filhos adultos", disse o pastor da Igreja de Grants Pass, Christian Martin, à Revista Adventista. "Ela amava muito seus filhos."

Além das nove mortes, pelo menos sete pessoas ficaram feridas no ataque na universidade rural ao sul do Oregon. O atirador, Harper Christopher Mercer, 26, foi morto em uma troca de tiros com a polícia, que veio depois de várias chamadas de emergência a partir do campus.

A motivação do atirador ainda não está esclarecida, mas várias testemunhas comentaram à imprensa que ele abriu fogo nas salas de aula, ordenando às pessoas a se deitarem no chão, e depois lhes dizendo para se levantarem conforme sua religião.

"Se diziam que eram cristãos, disparava contra eles novamente", disse Janet Willis, citando uma conversa com sua neta de 18 anos, Anne Boylan, que foi baleada nas costas, de acordo com o jornalLos Angeles Times. Boylan disse que sobreviveu por ter ficado no chão fingindo que estava morta. A adolescente está se recuperando de seus ferimentos no hospital.

Sarena Moore, nascida em 8 de julho de 1971, decidiu entregar seu coração a Jesus durante uma série evangelística na Igreja Adventista de Hayfork da Associação do Norte da Califórnia em 2005, disse Martin. Ela foi batizada pelo pastor Rob Kearbey.

Sarena mais tarde mudou-se para o Oregon e entrou para a Igreja Adventista de Grants Pass. Estava cursando seu terceiro semestre na Universidade de Umpqua.

O pastor disse que Sarena era considerada por muitos membros da igreja como uma mulher de oração e de um coração especialmente amável. Sarena vivia sua fé através de sua página no Facebook, escrevendo mensagens cristãs. Se Serena foi alvo do atirador por ser cristã, disse ele em seguida, "mostrou a sua fé de uma forma que muito poucos estão dispostos a fazê-lo". "Foi um ato de coragem e fé que o nosso Deus anotou cuidadosamente, e sua fé será visível na manhã da ressurreição", disse ele.

Os líderes da Igreja Adventista ofereceram suas condolências a todos aqueles afetados pelo tiroteio e convidou os membros da igreja que orassem por eles.


Com informações de Adventist News Network

Um comentário:

Jamad disse...

lamentável ! que se descubram as razões, os motivos desta barabárie.

Reavivamento da Mordomia Cristã com o Pr. Gilmar e Batismos

Link oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia